28 de dez de 2010


O passado é o que ele é.
Quando algo é feito, não pode ser desfeito. Não há como voltar atrás, não tem retorno.
A única coisa que se pode fazer é continuar seguindo em frente.
Dar esse grande salto sem hesitar, sem olhar para trás nem uma vez.
Simplesmente esquecer o passado e me concentrar no futuro.
Bem que eu queria que fosse assim tão fácil.
Cada homem tem seu próprio destino;
o único imperativo
é segui-lo, aceitá-lo,
não importa para onde o leve.

                  -Henry Miller

26 de dez de 2010


A esperança é uma grande e maldosa armadilha. Pois quando todo o resto está perdido, está acabado, ela resiste, forte e inacabável, e insiste em permanecer em nossas vidas, e quase sempre nos tira de uma realidade dolorosa, para um mundo perfeito que criamos em nosso íntimo, onde tudo de maravilhoso é possível, porém esse também é um mundo de mentiras e ilusão.   
                                                                                                          /stefanni c.
só não consigo entender,
o quanto eu te amo ♪

24 de dez de 2010


por esse amor vagabundo, coração não vai chorar ♪

19 de dez de 2010


Eu avisei, eu te falei pra não se apaixonar.
CORAÇÃO OTÁRIO!  ♪

Vou pagar promessa de joelhos
Só pra esquecer você
Vou passar uns dias lá na lua
Eu não quero mais te ver

Vou falar pro meu coração bater o pé
Pra não morrer de paixão, não quero
Mais esse amor que me faz tão mal
Chega de sofrer..adeus, ponto final

Não vou mais chorar, como chorei
Nem me lembrar que um dia te amei
Bye Bye tristeza, adeus solidão
Vou fazer pirraça pro seu coração ♫
Eu sofri muito por amor,
agora eu vou curtir a vida ♪

17 de dez de 2010


Te amo mesmo, talvez, pra sempre.

Mas hoje... Posso dizer que foi você quem me ensinou a lição mais importante da minha vida: você me ensinou a sofrer. Eu nunca, nunca, tinha sofrido. Claro... em casa, quando eu dobrava direitinho o uniforme para o dia seguinte e me sentia um papel de parede bege que ninguém entende pra que serve, eu pensava: um dia um príncipe vai me levar pra longe dessa falta de vida, dessa falta de beleza, dessa falta de compreensão, dessa falta de cor, dessa falta de sei lá o que porque eu era novinha demais pra saber o que faltava. Esperar o raio do príncipe sempre disfarçou minha dor, sempre me refugiou dela. Você era meu príncipe.
Depois de tantos amores estranhos, pequenos, errados e tortos, finalmente eu tinha reconhecido no seu olhar centralizado e no seu sorriso espalhado, o meu príncipe. E o meu príncipe estava me dando o fora. Que porra eu ia esperar da vida agora? Quem iria me levar para longe se você não me queria mais por perto? Não teve como. Foi a primeira vez na vida que não consegui me enrolar e acabei deixando a dor vencer. Pela primeira vez a realidade falou mais alto que a fantasia. Pela primeira vez a realidade da sua ausência falou mais alto que a fantasia de anos a sua espera. Sofri pra caralho, como diz por aí quem sofre pra caralho... você me ensinou o que realmente importa aprender nessa vida: que a vida pode ser uma grande, imensa e gigantesca merda. É, ela pode ser. E que não existe porra de príncipe nenhuma. Que nem ninguém e nem nada pode te levar para longe de nada. É isso e pronto. E é assim pra todo mundo. E pronto. Qual o drama? A dor infinita dos dias infinitos que vieram depois do dia em que você se foi pra sempre veio misturada com toda a dor que eu não senti em todos esses anos. A dor do seu pé na bunda trouxe tardes perdidas em odiar o mundo, cabeças viradas, corredores frios, papéis de parede beges e grupinhos festivos e fechados. A nossa dor acabou sendo toda a dor que fazia fila em mim para ser sentida. E já que a porta pra realidade estava aberta, por que não sofrer também pelas criancinhas carentes, os países em guerra e a estupidez humana? Por que não sofrer pela condição das favelas, das prisões e da Terra? A dor da sua partida trouxe toda a dor do mundo. De uma só vez. Mas agora já passa da meia noite, e, pra te falar a verdade, eu já não sofro mais o nosso fim faz tempo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você foi o príncipe que eu esperei a vida inteira. Você chegou e me levou embora. Levou embora a menina que tinha medo de sentir a vida e esperava uma salvação para tudo. Quem sobrou é essa desconhecida que se conhece muito bem em suas bizarrices, lê jornais todos os dias, substituiu o bege pela cor do verão, tem uns pais gente boa ainda que malucos, adora os poucos e estranhos amigos, não espera mais pelo cavalo branco mas fica ansiosa pelo início da novela e talvez esteja pronta para amar de verdade. Amar um homem e não um príncipe.
                                                   T.B.
Minha vontade agora é sumir. Chamar você. Me esconder. Ir até a sua casa e te beijar e dizer que te amo e que você é importante demais na minha vida para eu te abandonar. Sacudir você e dizer que você é um otário porque está me perdendo dessa maneira. Minha vontade é esquecer você. Apagar você da minha vida. Lembrar de você a cada manhã. Pensar em você para dormir melhor. Então eu percebo: IT’S ME, e minhas vontades são bipolares demais. Só o que não é bipolar demais é a minha ganância por te ter. Sim, eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Se a vida acabasse hoje ou daqui mil anos, eu ainda escolheria você…

13 de dez de 2010


meu sentimento sem você,
ficou tão triste e vazio ♪

10 de dez de 2010


E daí que você me deixou mais um dia passou
e o mundo não parou
Tô aqui.
Confesso fraquejei, muito tempo chorei
Só Deus sabe o quanto eu sofri
Mas não fui me humilhar, te pedir pra voltar
O que você tá fazendo aqui?
Se ainda não me quer, então sai do meu pé, eu faço o que eu quiser.  ♪

a verdade é que palavras bonitas tornam-se descartáveis perto de atitudes estúpidas.
                                                                                                 tati bernardi.


Não tenho nenhuma vontade de existência, seja de vaidade ou gula. Só quero ficar deitada, mas ficar deitada também dói. O mundo não tem posição confortável pra mim, aonde vou, essa merda de dor horrível vai junto. Chorar não adianta, eu seco de tanto chorar e não passa. Ver TV, falar ao telefone, dançar, gritar, escrever, abraçar minha mãe, tomar suco de manga… nada adianta.            T.B.


E quanto mais e maiores são os motivos para não sentir, que ele e a vida me dão... adivinhem? Sim, o amor cresce. Irresponsável, sem alimento, sem esperança e de uma burrice enorme. Ainda assim, forte e em crescimento.
                                                                                                      T.B.

5 de dez de 2010



Uma cor inundou minha mente - uma cor que me veio à lembrança de uma vida distante - um azul luminoso, intensamente brilhante. Todo o universo era azul-claro...

                                                                           Peg












porque a saudade está quebrando o que resta da minha ilusão ♪
why i love the things i never had ?













e quando a saudade lhe doer,
recorde o quanto que me fez sofrer, ♪
Eu vou voar
atrás desse amor
vou encontrar
seja onde for,
eu quero esse amor,
eu quero esse amor ♪
Não há que impeça :
                 amor não é amor,
        se quando encontra obstáculos se altera.
               William Shakespeare
                                               

O amor não existe,
e, se existe, não dura pra sempre.
E, se não dura pra sempre,
não é amor.
E nada dura pra sempre,
então o amor não existe.






Mesmo lutando pra não pensar nele,
eu lutava para não esquecê-lo.
                                          Bella


Se eu soubesse que era a última vez, não teria dito nada do que disse, não teria feito nada além de te abraçar e aproveitar cada segundo sem tirar os olhos de você.
Se você tivesse me avisado que era a última vez, eu poderia implorar para que você ficasse mais um pouco, só pra te explicar que mais um pouco seria muito pouco, e, por menor que fosse, já seria muito pra mim.
Se eu soubesse, ah, se eu soubesse,
te falaria mil coisas, sem dizer uma única palavra, te mostraria mil dias de agonia em um único olhar,
e quando você estivesse saindo, te chamaria de volta,
só para dizer mais uma vez o 'eu te amo' que ninguém mais vai ouvir,
e te dar um último abraço, com o amor que ninguém mais vai te entregar.
Eu queria amar um pouco menos você
Meu coração só apanha e vai parar de bater
Se eu pudesse tirava esse meu coração
Pra deletar a saudade do toque das suas mãos
E parava de sofrer e parava de sofrer

E mesmo assim sem esse coração
eu acho que vou continuar te amando
E mesmo assim sem esse coração
eu acho que vou continuar chorando. ♪


Mas quando as horas passaram e ficou escuro, e Spike subiu na minha cama onde eu estava folheando revistas sem ver, e encostou a cabeça na minha mão, foi então que eu soube. Foi então que eu soube que alguma coisa estava errada, errada de verdade. Porque aquele gato me odeia de paixão.
Bem, sinto muito, isso significa que meu universo está desmoronando. Porque Jesse não vai voltar.
                                                                                                               A hora mais sombria
Saudade é não saber,
não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos,
não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento,
não saber como frear as lágrimas diante de uma música,
não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama,
e ainda assim, doer.

                                                          Martha Medeiros
Fácil é dizer,
que é fácil te esquecer,
difícil é convencer meu coração    ♪

Estou ciente que nada disso vai acabar bem,
e a dor e os choros não irão me perdoar.

4 de dez de 2010



Não se pode amar e ser feliz ao mesmo tempo.
                          Nelson Rodrigues

Querer não pensar, era pensar de novo, sofrer de novo. 
                                                          Um amor de Swam

3 de dez de 2010



Eu sei, eu sei, o eterno clichê “isso passa”.
Passa sim e, quando passar, algo muito mais triste vai acontecer: eu não vou mais te amar.
É triste saber que um dia vou ver você passar e não sentir cada milímetro do meu corpo arder e enjoar.
 É triste saber que um dia vou ouvir sua voz ou olhar seu rosto e o resto do mundo não vai desaparecer.
O fim do amor é ainda mais triste do que o nosso fim.
Meu amor está cansado, surrado, ele quer me deixar para renascer depois, lindo e puro, em outro canto, mas eu não quero outro canto, eu quero insistir no nosso canto.
Eu me agarro à beiradinha do meu amor, eu imploro pra que ele fique, ainda que doa mais do que cabe em mim, eu imploro pra que pelo menos esse amor que eu sinto por você não me deixe, pelo menos ele, ainda que insuportável, não desista.

O verdadeiro amor estava perdido pra sempre,
o príncipe nunca voltaria para me despertar
de meu sono encantado com um beijo.
Eu não era uma princesa afinal.
Então o que dizia o protocolo dos contos de fadas
sobre outros beijos?
                                                                                           Do tipo comun,
                                                                                           que não quebra feitiços?
                                                                                                                                                                                   


Quando a vida lhe oferece um sonho
que vai muito além de todas as suas espectativas,
é irracional se lamentar quando isso chega ao fim.
                                                           Bella.
 
there's this places that I go
and nobody know
where this river flow
and I call it home.
and there's no more lies
in the darkness, there's light
and nobody cries
there's only butterflies.
 
take me away
to better days.



1 de dez de 2010

Menos sofrimento e mais VODKA !
                                                
                                                                                                   Caroline Miranda.
DDD

mais eu sei que um dia agente aprende ♪


Vou me enganar mais uma vez, fingindo que te amo as vezes, como se não te amasse sempre.
                                                                                                                   T.B.

 


A dor em meu peito não era uma surpresa.
Eu sabia que um coração partido era mais que apenas um exagero.
                                                                                  Peg.


e você não sai,
do meu pensamento,
e eu me pergunto
se isso é normal.. (8)


30 de nov de 2010

queria terminar,
parar de sofrer,
seguir outro destino,
mas, é impossível.

NEOQEAV


nem precisa falar mais nada né,

27 de nov de 2010

Viver é não esperar a tempestade passar,
é aprender como dançar na chuva.



E quando olho pra trás,
tenho certeza que tudo isso valeu muito a pena.

26 de nov de 2010

eu quero esquecer,
mas se vejo vcê,
coração dispara! (8)


21 de nov de 2010

fechar os olhos pra não chorar,
é uma arte,



'eu já não sei mais o que
faço com meu coração, (8)

12 de nov de 2010

deeixa acontecer naturalmente. ♪

9 de nov de 2010

O universo conspira a nosso favor,
            a consequencia do destino é o amor,
                                     pra sempre, vou te amar. ♫         


Nando Reis



É uma pena correr com pulinhos enganados de felicidade e levar uma rasteira. É uma pena ter o coração inchado de amar sozinha, olhos inchados de amar sozinha. Um semblante altista de quem constrói sozinho sonhos. Mas você não pode, não, eu sei que dá vontade, mas não dá pra ligar pro desgraçado e dizer: ei, tô sofrendo aqui, vamos parar com essa estupidez de não me amar e vir logo resolver meu problema? Mas amor, minha querida, não se pede, dá raiva, eu sei.
É triste amar tanto e tanto amor não ter proveito. Tanto amor querendo fazer alguém feliz. Tanto amor querendo escrever uma história... É triste saber que falta alguma coisa e saber que não dá pra comprar, substituir, esquecer, implorar.Mas amor, você sabe, amor não se pede. Amor se declara: sabe de uma coisa? Ele sabe, ele sabe.

                                          Tati Bernardi.


'E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar...'

                                                                Tati Bernardi.

Acho que vou me permitir um momento de loucura na vida, o momento que eu vou fazer as coisas sem pensar muito no prejuízo, mesmo sabendo que se ele for grando, quem vai sofrer com ele (novamente) será eu, e mais ninguem, porque apesar de meu momento envolver outras pessoas, se algo der errado, quem acaba carregando todo o drama no final, sou eu.


Se copiar, dê créditos :}
''...Ainda é cedo e eu preciso de amor. Só um pouquinho de amor... Quero que ele veja o quanto mudei por causa dele, na esperança de que seu riso congelado saia do automático e eu ganhe um único sorriso verdadeiro... Talvez meu amor tenha aprendido a ser menos amor só para nunca deixar de ser amor..."
 Leva do meu peito as lembranças
que me invadem   (8).

6 de nov de 2010


Não sei o que teria acontecido com agente, aliás, comigo, porque o ‘agente’ na verdade nunca existiu. Mas não sei o que teria acontecido com aquilo que eu pensava ser uma relação, só que hoje eu sei o nome que eu daria pra ‘aquilo’ : ILUSÃO.
Ilusão de pensar que agente poderia ter dado certo, pensar que aquele amor que eu sentia por você, aquele amor que era suficiente pra nós dois de tão imenso, eu pensei que esse amor bastaria, mas não, não bastou. Eu ainda guardo na memória, momentos pequenos e tão bobinhos, mas que pra mim, foram tudo na hora, como quando uma vez você disse: a de roxo ninguém pega, é minha, e eu era a de roxo, nossa, fiquei tão feliz. Mais paixão quando é demais fura o peito, ♪, e é verdade, infelizmente, porque eu não sabia o que era sofrimento até te conhecer.
O que era dor, o que era uma vontade de nunca mais te ver (porque eu acho que quando agente quer esquecer, tem que ficar distante), de nunca mais querer estar perto de você, e não conseguir. Mas amor, você sabe, amor não se pede, como diria nossa idolatrada Tati Bernardi,
Mais eu? Que idiota, não pedi, faltei implorar, e esse foi meu erro. Idiota. Eu pensava que você era o idiota, por fingir não perceber o que eu sentia, por fingir não escutar o que eu dizia, por fingir não ver o que eu mostrava. E hoje eu percebo que a idiota fui eu, por dar o meu amor a alguém que não queria. Por chorar por alguém que não merecia (chorar mesmo, coisa que eu nunca havia feito por garoto nenhum, e me orgulhava disso), por ficar sem reação a cada vez que você entrava na MSN, por ficar mal só de ver uma determinada roupa, ou de escutar uma música que me lembrava você, por ficar com medo de te encontrar na rua, e enfrentar todos aqueles sentimentos que a partir de então eu estava guardando no fundo da minha alma, bem lá no fundinho, e que eu sei que ainda está lá, em algum lugar, mas eu sei que está, porque amor não morre, ele simplesmente vai embora ou diminui. Ou fica guardado com agente, o eu por sinal, acho que é o meu caso. E vem a tona, reaparece como um furacão na nossa vida, a menor brecha aberta, ele entra revirando tudo a nossa volta, e agora eu estou confusa, estou perdida, não sei mais o que fazer, não sei se te excluo da minha vida definitivamente, ou se me permito ver aonde isso vai dar.

Se copiar, dê créditos